Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dona Pavlova

Este é um blog sobre tudo e sobre todos... Culinária, Fitness, Moda, Viagens, Desporto, Atualidade, Animais, Ensino, Entretenimento, Fotografia, etc...

Este é um blog sobre tudo e sobre todos... Culinária, Fitness, Moda, Viagens, Desporto, Atualidade, Animais, Ensino, Entretenimento, Fotografia, etc...

Dona Pavlova

11
Fev20

Parasita

Dona Pavlova

Ontem lá fui eu ver o filme ganhador do Óscar "Parasita" e não é que gostei, até posso dizer que gostei bastante.

É um filme   coreano sobre as desigualdades sociais,  com doses de humor e suspense q.b. e que aborda vários temas inerentes a quem vive em sociedades onde se nota o grande fosso económico. Não estava mesmo nada à espera de gostar, mas a verdade é que não consegui descolar os olhos do ecrâ por um momento. Surpreendeu-me pela positiva e fez-me pensar bastante na sociedade que temos, a falta de empatia e compaixão, os papéis que as circunstâncias nos obrigam a desempenhar e, principalmente, o preço que se paga ao  procurar ascensão social a qualquer custo. Infelizmente é mesmo assim os dias de hoje. 

Mas mais não digo, vejam e digam-me se gostaram.

Fiquem com trailer:

 

 

 

07
Fev17

Corrida aos Óscares #4: Lion

Dona Pavlova

Mais um filme visto para a corrida aos Óscares. No fim de semana avisei o G: "vou ver o Lion, um filme dramático onde se chora do princípio ao fim, por isso se me vires chorar ignora..." Mas afinal, não estava muito sentimental nem muito disposta a chorar nesse dia, ou seja, não derramei uma última lágrima!

lion.jpg

 

É um bom drama baseado numa história real que está nomeado para 6 Óscares: Melhor Filme; Melhor Ator Secundário; Melhor Atriz Secundária; Melhor Argumento Adaptado; Melhor Fotografia e Melhor Banda Sonora. Ilustra muito bem a Índia e a história tem por base os temas da família, das crianças orfãos e a realidade da infância indiana (80 mil crianças desaparem por ano na Índia). Está muito bem contada e realizada e apela ao sentimentalismo do espectador, sem ser demasiado cliché.

 

sa.jpg

 

Dev Patel (Saroo) está muito bem e recomenda-se (tem um dos mais bonitos sorrisos que já vi), mas penso que a criança  que interpreta o Saroo (Sunny Pawar) é uma figura de destaque neste filme, aqueles olhos, aquele sofrimento e angústia consegue transparecer cá para fora. Que ótimo ator e que talento nato... 

saroo.png

 

Já a veterana Nicole Kidman é capaz de ganhar o desejado Óscar, esteve muito bem e interpretou com mestria a sua personagem.

nicole.jpg

 

Os realizadores conseguiram captar muito bem a essência da Índia e da Austrália através de imagens impressionantes que demonstram as características únicas destes locais. Já a Banda Sonora enquadra-se perfeitamente e muito bem ao estilo indiano.

Parece que é um sério candidato ao Óscar de Melhor Filme. ;)

 

Sinopse: Quando tinha apenas cinco anos, o indiano Saroo (Dev Patel) se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfretou grandes desafios para sobreviver sozinho até de ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.

 

Trailer:

 

 

27
Jan17

Corrida aos Óscares #2: Manchester by the sea

Dona Pavlova

Manchester by the sea: intenso, muito intenso... História do filme: perder, sofrer, aguentar e tentar fechar as feridas aos bocadinhos. Mas a verdade é que nem sempre se consegue fechar as feridas e este filme demonstra-o da "pior" forma possível. Ou melhor, viver o dia a dia com o sentimento de culpa e de perda não é fácil e nem todas as pessoas o conseguem superar.  

Mas Lee Chandler (Casey Affleck) consegue sobreviver, com muito sofrimento, infelicidade e tristeza numa fenomenal interpretação. Um sério vencedor do Óscar de melhor ator e não me importava nada se este filme ganhasse o Óscar de Melhor Filme. 

Unknown.jpg

images.jpg

 

É um filme dramático que não aconselho a pessoas sensíveis ou que estejam a fazer "o luto" de alguém... é demasiado intenso, poderoso e real! Não quero imaginar a dor das pessoas que passam por isto... 

ManchesterbytheSea-1024x576.jpg

 

Adorei! 

 

Sinopse:

Lee Chandler (Casey Affleck) é forçado a retornar para sua cidade natal com o objetivo de tomar conta de seu sobrinho adolescente após o pai (Kyle Chandler) do rapaz, seu irmão, falecer precocemente. Este retorno ficará ainda mais complicado quando Lee precisar enfrentar as razões que o fizeram ir embora e deixar sua família para trás, anos antes.

 

Trailer: 

 

Póximo:  Silence

 

24
Jan17

E os nomeados são...

Dona Pavlova

Como sabem, adoro filmes, séries e afins... por isso adoro tudo o que envolva os óscares.

oscar.jpg

 

 

Costumo ver os filmes nomeados para depois fazer a minha lista de vencedores.

Este ano os nomeados são: 

 

Melhor Filme

  • “Arrival”
  • “Hacksaw Ridge”
  • “Hidden Figures”
  • “Lion”
  • “Moonlight”
  • “Fences”
  • “Hell or High Water”
  • “La La Land”
  • “Manchester by the Sea”

Melhor Realizador

  • Damien Chazelle (“La La Land”)
  • Barry Jenkins (“Moonlight”)
  • Kenneth Lonergan (“Manchester by the Sea”)
  • Denis Villeneuve (“Arrival”)
  • Mel Gibson (“Hacksaw Ridge”)

Melhor Ator Principal

  • Casey Affleck, (“Manchester by the Sea”)
  • Denzel Washington (“Fences”)
  • Ryan Gosling (“La La Land”)
  • Andrew Garfield (“Hacksaw Ridge”)
  • Viggo Mortensen (“Captain Fantastic”)

Melhor Atriz Principal

  • Isabelle Huppert (“Elle”)
  • Ruth Negga (“Loving”)
  • Natalie Portman (“Jackie”)
  • Emma Stone (“La La Land”)
  • Meryl Streep (“Florence Foster Jenkins”)

Melhor Ator Secundário

  • Mahershala Ali ("Moonlight")
  • Jeff Bridges ("Hell or High Water")
  • Lucas Hedges
  • Dev Patel ("Lion")
  • Michael Shannon ("Nocturnal Animals")

Melhor Atriz Secundária

  • Viola Davis (“Fences”)
  • Michelle Williams (“Manchester by the Sea”)
  • Naomie Harris (“Moonlight”)
  • Nicole Kidman (“Lion”)
  • Octavia Spencer (“Hidden Figures”)

Melhor Argumento Original

  • “Manchester by the Sea”
  • “La La Land”
  • “Hell or High Water”
  • “The Lobster”
  • “21 Century Women”

Melhor Argumento Adaptado

  • “Moonlight”
  • “Arrival”
  • “Fences”
  • “Lion”
  • “Hidden Figures”

Melhor Fotografia

  • “La La Land”
  • “Moonlight”
  • “Arrival”
  • “Silence”
  • “Lion”

Melhor Montagem

  • “La La Land”
  • “Moonlight”
  • “Arrival”
  • “Hacksaw Ridge”
  • “Hell or High Water”

Melhor Design de Produção

  • “La La Land”
  • “Fantastic Beasts and Where to Find Them”
  • “Hail, Caesar!”
  • “Arrival”
  • “Passengers”

Melhor Guarda Roupa

  • “Florence Foster Jenkins”
  • “La La Land”
  • “Fantastic Beasts and Where to Find Them”
  • “Allied”
  • “Jackie”

Melhor Caracterização

  • “Star Trek Beyond”
  • “Suicide Squad”
  • “A Man Called Ove”

Melhor Banda Sonora

  • “La La Land”
  • “Lion”
  • “Jackie”
  • “Moonlight”
  • “Passengers”

Melhor Canção Original

  • “City of Stars,” La La Land
  • “How Far I’ll Go,” Moana
  • “Can’t Stop the Feeling,” Trolls
  • “Faith”, Sing
  • “Jim”

Melhores Efeitos Visuais

  • “The Jungle Book”
  • “Rogue One: A Star Wars Story”
  • “Doctor Strange”
  • “Deepwater Horizon”
  • “Kubo”

Melhor Edição Sonora

  • “Hacksaw Ridge”
  • “Arrival”
  • “Deepwater Horizon”
  • “La La Land”
  • “Sully”

Melhor Mistura Sonora

  • “Rogue One: A Star Wars Story”
  • “Hacksaw Ridge”
  • “La La Land”
  • “Arrival”
  • “13 Hours”

Melhor Documentário

  • “O.J.: Made in America”
  • “13th”
  • “Life, Animated”
  • “Fire at Sea”
  • “I Am Not Your Negro”

Melhor Filme de Animação

  • “Zootopia”
  • “Vaiana”
  • “Kubo and the Two Strings”
  • “The Red Turtle”
  • “My Life As a Zucchini”

Melhor Filme em Língua Estrangeira

  • “Toni Erdmann” (Alemanha: Maren Ade)
  • “The Salesman” (Irão: Asghar Farhadi)
  • “Land of Mine” (Dinamarca: Martin Zandvliet)
  • “Tanna” (Austrália: Martin Butler, Bentley Dean)
  • “A Man Called Ove” (Suécia: Hannes Holm)

 

Agora, toca a começar a ver que ainda não vi nenhum :(

 

 

05
Jan17

As séries que sigo e os filmes que vejo #30 - Sully (O Herói do Rio Hudson)

Dona Pavlova

Um ótimo filme de Clint Eastwood, baseado numa história real, e mais um desempenho fantástico do grande Tom Hanks. De cabelos brancos consegue transmitir logo desde a 1ª cena, uma afeição ao público e um aspeto humano essencial para o desenrolar da história. Não se considera um herói, mas sim competente. É um filme leve, onde nos mostra a importância do fator humano perante a frieza das máquinas.

 

 

Resultado de imagem para filme sully

 

Sinopse

15 de janeiro de 2009. Logo após decolar do aeroporto de LaGuardia, em Nova York, uma revoada de pássaros atinge as turbinas do avião pilotado por Chesley "Sully" Sullenberger (Tom Hanks). Com o avião seriamente danificado, Sully não vê outra alternativa senão fazer um pouso forçado em pleno rio Hudson. A iniciativa é bem sucedida, com todos os 150 passageiros a bordo sendo salvos. Tal situação logo transforma Sully em um grande herói nacional, o que não o isenta de enfrentar um rigoroso julgamento interno coordenado pela agência de regulação aérea nos Estados Unidos.

 

 

Trailer

 

 

 

 

03
Jan17

As séries que sigo e os filmes que vejo #29 - A Rapariga no Comboio

Dona Pavlova

Já li o livro há uns tempos e gostei, nada de muito especial mas li num ápice e gostei.

Resultado de imagem para a rapariga no comboio  filme

 

Quanto ao filme, não fazia questão de o ver, pois os filmes baseados nos livros, normalmente, deixam muito a desejar e foi o que aconteceu neste caso. Mesmo com expectativas baixas, achei o filme fraco e com muitas partes interessantes do livro por explorar.  Achei muito superficial a abordagem feita à Rachel (personagem principal), pois no livro ela é tão mais profunda e sentimental assim como o enredo com as outras personagens.

Será que por ter lido o livro  e sabendo o drama que nele está exposto, achei que o filme é muito pobre em emoções e pouco perturbador? Ou foi só impressão minha?

A minha sobrinha e a minha irmã, que não leram o livro, gostaram do filme, por isso tenho mesmo que me deixar destas coisas de ver os filmes baseados nos livros que leio...

 

Sinopse

Depois de um divórcio algo traumatizante, Rachel desistiu de si mesma, entregando-se à depressão e ao alcoolismo. Todos os dias faz o mesmo percurso de comboio até ao local de trabalho. Durante a viagem, observa, através da janela da carruagem, as rotinas diárias de várias pessoas dentro das suas casas. Entre elas está um jovem casal com uma vida aparentemente perfeita. Recriando o seu dia-a-dia – em paralelo com o vazio da sua própria existência –, ela cria um cenário e uma narrativa, sentindo-se cada vez mais ligada a eles e a uma ideia de amor inabalável. Mas tudo se altera quando, numa dessas viagens, Rachel repara em algo perturbador. Nesse instante, vê colapsar todas as fantasias. Horas mais tarde, descobre que a mulher se encontra desaparecida e partilha a informação com a polícia. Sem que o esperasse, vê-se enredada na situação: ao procurar as autoridades, tornou-se uma das principais suspeitas.
Com realização de Tate Taylor ("As Serviçais") e argumento de Erin Cressida Wilson, um "thriller" que adapta o "best-seller" homónimo da inglesa Paula Hawkins

 

Trailer:

 

 

 

20
Jan16

Corrida aos Óscars #2 - The Revenant (O Renascido)

Dona Pavlova

No fim de semana vimos, eu e o G, o The Revenant.

the revenant.jpg

 

Foram 2 horas e 30 minutos de sofrimento, com o G a dizer de 10 em 10 minutos "tira-me essa porcaria de filme". É claro que eu o queria ver até ao fim e assim foi, mas com alguns intervalos para "descansar" a vista. Não é nada de especial e até se torna demasiado "boring"! Por várias vezes disse que parecia "o Náufrago", mas não consigo comparar o Tom Hanks  ao Leo, apesar da sua boa interpretação. O G só dizia: "Assim é fácil, não teve que decorar muitas falas, só gemidos!" E é verdade, aliado ao facto dos 30 minutos em que seguramente não se passa nada, apenas se vê paisagens (que por acaso são soberbas), mas demasiado longas e chatas.  Um aspeto muito positivo do filme é a realização, na minha opinião, uma obra prima visual, com aspetos muito reais e bem conseguidos, como a cena do urso onde a câmara está tão perto que se vê e se sente o "arfar" do animal e da cena final, onde a câmara é salpicada com sangue. Um aspeto negativo, é que apesar de ser baseado numa história verídica, há partes em que é muito irreal, como por exemplo, como é que uma pessoa com uma perna partida, passado uns dias anda sobre ela ou, como é que alguém sobrevive tanto tempo naquele ambiente hostil e gelado sem comida ou mesmo como se consegue entrar naquela água gélida sem entrar em hipotermia, ou como é que alguém consegue resistir àquele ataque brutal do urso? São algumas das questões que não fazem muito sentido. Mas é apenas a minha opinião.

No fim, o G disse: "Finalmente!!! O pior filme que vi na vida, uma seca! Se isto ganha o óscar, não percebo nada de filmes."

Eu tenho quase a certeza que vai ganhar tal é o mediatismo, que nisto dos óscars, infelizmente, é mais importante que a qualidade.

 

Sinopse:

Inspirado em fatos reais, The Revenant é uma experiência cinematográfica imersiva e visceral que capta a épica aventura de um homem pela sobrevivência e o extraordinário poder do espírito humano. Numa expedição pelo desconhecido deserto americano, o lendário explorador Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) é brutalmente atacado por um urso e deixado como morto pelos membros de sua própria equipe de caça. Na luta para sobreviver, Glass resiste à dor inimaginável, bem como à traição de seu confidente, John Fitzgerald (Tom Hardy). Guiado pela força de vontade e pelo amor à sua família, Glass navega num inverno brutal numa incessante busca pela sobrevivência e redenção.

 

Fiquem com o trailer:

 

 

 

 

18
Jan16

Corrida aos Óscars #1 - The Martian (Perdido em Marte)

Dona Pavlova

 

The Martian é o único, neste momento, dos nomeados aos Óscars de Melhor Filme que já vi. E gostei muito.  

perdido-em-marte.png

 

É um filme leve onde ninguém morre, com bastantes toques de humor e visualmente fenomenal. É baseado no livro The Martian escrito por Andy Weir, filho de um cientista de Física de Partículas.

A história do filme é bastante simples: uma tempestade de areia faz com que os tripulantes sejam obrigados a abortar a missão e descolar de Marte. Mark é atingido por destroços do sistema de comunicações e fica perdido e desorientado. É dado como morto pela tripulação e quando acorda descobre que está sozinho e utiliza a ciência para sobreviver, ou não fosse ele um biólogo. E aqui é que reside a "piada" do filme, pois o foco é a ciência deixando de lado a ficção.

Além disto tudo, Matt Damon (Mark) faz uma soberba interpretação que certamente lhe dará um óscar, apesar das poucas interações com as outras personagens. Posso dizer que me cativou pela forma como ele vendeu a personagem.

E agora uma pergunta: Quem não gostaria de ficar perdido em Marte com Matt Damon?

 

Fiquem com o trailer:

 

 

 

 

 

14
Jan16

Óscars - lista de nomeados para melhor filme

Dona Pavlova

 

oscar.jpg

 

Aqui está a lista dos nomeados para os Óscars para melhor filme:


- The Big Short (A Queda de Wall Street)
- Bridge of Spies (Ponte de Espiões)
- Brooklyn
- Mad Max: Fury Road (Mad Max: Estrada da Fúria)
- The Martian (Perdido em Marte)
- The Revenant (O Renascido)
- Spotlight (O Caso Spotlight)
- Room

 

Todos os anos vejo a lista de nomeados, vejo todos os filmes e depois atribuo os meus próprios óscars. Desta lista ainda só vi o "Perdido em Marte", por isso estou muita atrasada uma vez que a cerimónia é já no dia 28 de Fevereiro.

 

07
Nov15

O que retirei do 007 Spectre

Dona Pavlova

Como fãs do 007, lá fomos nós ao cinema ver o Spectre. Gostámos bastante, como é habitual, e a prova disso é que mal chegámos a casa, já pela noite dentro, ainda fomos ver como foram filmadas as cenas mais espetaculares do filme.

 Aqui está o que retirei do filme (contém spoilers): 

 

1º "Quero aquele corte de cabelo" - uma das frases que eu disse ao G logo no início do filme.

LEA.jpg

 

2º O Daniel não tirou a camisola uma única vez... que desilusão . Mas não esteve nada mal, mesmo vestido ;)

craig.jpg

 

3º Para quem gosta de carros, ou melhor, de supercarros, a cena da perseguição ao Aston Martin pelo Jaguar está muito bem conseguida.

 

 

4º  Fiquei impressionada com aquelas paisagens na Áustria, são de tirar o fôlego. Fiquem com uma ideia:

 

 

5º As Bond Girls foram muito bem escolhidas, porém tive pena que a Monica Bellucci tivesse pouco tempo de antena. Está linda e sexy para os seus 51 anos e até não me importava que fosse a Bond Girl principal.

 

 

6º O tema principal do filme, apesar de não ter gostado dele quando o ouvi, a verdade é que quando inserido no filme e naquele magnífico genérico, adorei!

 

7º Para mim, a melhor 1ª cena de todos os 007: O Dia dos Mortos no México. A música, as roupas e o ambiente fizeram-me desejar estar ali um dia ;)

  

E já agora fiquem com o trailer:

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D