Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dona Pavlova

Este é um blog sobre tudo e sobre todos... Culinária, Fitness, Moda, Viagens, Desporto, Atualidade, Animais, Ensino, Entretenimento, Fotografia, etc...

Dona Pavlova

Este é um blog sobre tudo e sobre todos... Culinária, Fitness, Moda, Viagens, Desporto, Atualidade, Animais, Ensino, Entretenimento, Fotografia, etc...

Corrida aos Óscares: Arrival

Dona Pavlova, 09.02.17

Mais um visto, e que bem visto. Arrival, que filmão!!! Muito bom, mesmo para mim que não acho muita piada a filmes de ficção cinentífica.  Está nomeado para os seguintes Óscares: Melhor Filme; Melhor Realizador; Melhor Argumento Adaptado; Melhor Fotografia; Melhor Montagem; Melhor Design de Produção; Melhor edição sonora; e Melhor mistura sonora.

Unknown.jpg

 

É um filme muito bem pensado com excelentes reflexões sobre as viagens no tempo, o passado, o presente e o futuro. Tem um elenco fenomenal e representações de luxo - apesar de não haver nomeações nesse sentido. A fotografia é linda e os "aliens" são muito simpáticos e nada assustadores. 

images1.jpg

 

Gosto de filmes que me questionem e que fique a pensar neles durantes horas ou mesmo dias e neste fiquei com a seguinte questão: "será que se soubessemos o futuro tomávamos as mesmas decisões na vida? " Não quero ser spoiler, por isso para responderem a esta pergunta têm mesmo que ver o filme ;)

images.jpg

 

Além disso este filme remete-nos também para a necessidade de funcionarmos e agirmos como um todo para resolvermos algumas questões. É pena isso não acontecer na vida real. 

arrival-poster02.jpg

 

 

 

 

Sinopse:quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade.

 

Trailer: 

 

Corrida aos Óscares #4: Lion

Dona Pavlova, 07.02.17

Mais um filme visto para a corrida aos Óscares. No fim de semana avisei o G: "vou ver o Lion, um filme dramático onde se chora do princípio ao fim, por isso se me vires chorar ignora..." Mas afinal, não estava muito sentimental nem muito disposta a chorar nesse dia, ou seja, não derramei uma última lágrima!

lion.jpg

 

É um bom drama baseado numa história real que está nomeado para 6 Óscares: Melhor Filme; Melhor Ator Secundário; Melhor Atriz Secundária; Melhor Argumento Adaptado; Melhor Fotografia e Melhor Banda Sonora. Ilustra muito bem a Índia e a história tem por base os temas da família, das crianças orfãos e a realidade da infância indiana (80 mil crianças desaparem por ano na Índia). Está muito bem contada e realizada e apela ao sentimentalismo do espectador, sem ser demasiado cliché.

 

sa.jpg

 

Dev Patel (Saroo) está muito bem e recomenda-se (tem um dos mais bonitos sorrisos que já vi), mas penso que a criança  que interpreta o Saroo (Sunny Pawar) é uma figura de destaque neste filme, aqueles olhos, aquele sofrimento e angústia consegue transparecer cá para fora. Que ótimo ator e que talento nato... 

saroo.png

 

Já a veterana Nicole Kidman é capaz de ganhar o desejado Óscar, esteve muito bem e interpretou com mestria a sua personagem.

nicole.jpg

 

Os realizadores conseguiram captar muito bem a essência da Índia e da Austrália através de imagens impressionantes que demonstram as características únicas destes locais. Já a Banda Sonora enquadra-se perfeitamente e muito bem ao estilo indiano.

Parece que é um sério candidato ao Óscar de Melhor Filme. ;)

 

Sinopse: Quando tinha apenas cinco anos, o indiano Saroo (Dev Patel) se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfretou grandes desafios para sobreviver sozinho até de ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.

 

Trailer:

 

 

Corrida aos Óscares #3: Hidden Figures

Dona Pavlova, 06.02.17

Como sabem, sou totalmente viciada em Big Bang Theory e adoro o Sheldon Cooper (Jim Parsons)  e por isso estava desejosa de vê-lo num registo totalmente diferente. Pude fazer isso, agora, com o filme nomeado para  3 Óscares (melhor filme, melhor argumento adaptado e melhor atriz secundária) Hidden Figures.

hidden.png

 

O filme é baseado numa história real, onde o preconceito, a indiferença e a disparidade se encontram presentes. Até dá raiva pensar que aquilo era mesmo assim. Já não basta ser mulher, ainda por cima "preta", para não se conseguir subir na vida, apesar das suas  enormes capacidades. A atriz nomeada para Melhor Atriz Secundária - Octavia Spencer - está fenomenal e conseguimos logo criar uma empatia com ela no início do filme. É demais vê-la a correr de saltos altos...

Quanto ao "meu Sheldon" confesso que no princípio tive muita dificuldade em "desassociá-lo" do nerd que estou habituada, mas depois esqueci-me e tenho que lhe dar os parabéns porque esteve muito bem e é um ótimo ator, mesmo num registo mais "normal". O veterano Kevin Costner também esteve muito bem.

hidden-figures-hf-207_rgb.jpg

 

Gostei bastante do filme, simples mas cheio de causas nobres, onde as mulheres acabam por lutar e conseguir aquilo que desejam, por mais dificil e impossível que seja. Por isso:

nunca deixem de lutar por aquilo que querem e acreditam.

 

Sinopse: 1961. Em plena Guerra Fria, os Estados Unidos e a União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar à parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito para que consigam ascender na hierarquia da NASA.

 

Trailer:

 

 

 

Corrida aos Óscares #2: Manchester by the sea

Dona Pavlova, 27.01.17

Manchester by the sea: intenso, muito intenso... História do filme: perder, sofrer, aguentar e tentar fechar as feridas aos bocadinhos. Mas a verdade é que nem sempre se consegue fechar as feridas e este filme demonstra-o da "pior" forma possível. Ou melhor, viver o dia a dia com o sentimento de culpa e de perda não é fácil e nem todas as pessoas o conseguem superar.  

Mas Lee Chandler (Casey Affleck) consegue sobreviver, com muito sofrimento, infelicidade e tristeza numa fenomenal interpretação. Um sério vencedor do Óscar de melhor ator e não me importava nada se este filme ganhasse o Óscar de Melhor Filme. 

Unknown.jpg

images.jpg

 

É um filme dramático que não aconselho a pessoas sensíveis ou que estejam a fazer "o luto" de alguém... é demasiado intenso, poderoso e real! Não quero imaginar a dor das pessoas que passam por isto... 

ManchesterbytheSea-1024x576.jpg

 

Adorei! 

 

Sinopse:

Lee Chandler (Casey Affleck) é forçado a retornar para sua cidade natal com o objetivo de tomar conta de seu sobrinho adolescente após o pai (Kyle Chandler) do rapaz, seu irmão, falecer precocemente. Este retorno ficará ainda mais complicado quando Lee precisar enfrentar as razões que o fizeram ir embora e deixar sua família para trás, anos antes.

 

Trailer: 

 

Póximo:  Silence

 

Corrida aos Óscares #1: La La Land - um filme para sonhadores

Dona Pavlova, 26.01.17

Corrida aos Óscares #1

Já vi o La La Land: Dreamers. Confesso que nos primeiros 30 minutos do filme pensei em desligar e ficar por ali, mas obriguei-me a continuar. E fiz muito bem! Por isso, se querem um conselho, não desistam nos primeiros minutos do filme.

É um filme para sonhadores com um ambiente e uma atmosfera fantásticos. É uma novidade e uma lufada de ar fresco, moderno e ao mesmo tempo presta tributo aos musicais mais antigos. A Emma e o Ryan estão no seu melhor, dançaram e cantaram muito bem (sou suspeita, adoro-os, principalmente ao Ryan). 

LA l.jpg

Quando acabei de ver o filme também me apetecia dançar, mas já era tarde e tinha que ir dormir lol 

Acredito que irá ganhar alguns Óscars para os quais está nomeado, mas penso que não irá ganhar o de Melhor Filme.  Mas também é verdade que os Óscares são o que são... 

LA.jpg

 (Formam um bonito casal)

 

É um bom filme, especialmente para sonhadores e que me levou a pensar se abdicaria dos meus sonhos por amor. (Atenção: spoiler) Eles não o fizeram! Mas fiquei feliz por eles... 

 

Sinopse:

Mia (Emma Stone), uma aspirante a atriz, serve cafés para estrelas de cinema entre audições enquanto Sebastian (Ryan Gosling), um pianista de jazz, ganha a vida tocando em festas e bares. Quando suas carreiras finalmente começam a ascender, eles precisam tomar decisões que podem ameaçar seu relacionamento.

 

Fiquem com o trailer:

 

Próximo: Manchester by the Sea