Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Pois é, fomos à Lampreia mais uma vez a Penacova e já estou com saudades... Comia aquilo todas as semanas  Desta vez levámos a minha mãe para ela provar, mas se quisesse podia comer outra coisa - a chanfana também é maravilhosa assim como o cabrito assado. Eu disse ao G que se ela as visse no tanque antes que já não ia querer, pois são mesmo "cobras", mas mesmo assim ela quis provar e lá comemos os três 1 lampreia. Quando ela começou a comer perguntei-lhe:

 - Então, gostas? É bom não é?

E ela respondeu:

 - É, come-se...

E eu a meter-me com ela, pois vi a cara que fez:

- Então vou já marcar mesa para a semana repetirmos.

- Eu não venho! Só de as ver vivas até fico mal disposta...

É mesmo assim, ou se gosta ou se odeia... ela diz que se come, mas que não volta a repetir! Mais sobra...

Para quem não sabe, em Penacova a época da Lampreia é de Fevereiro a Abril, e é ver os restaurantes cheios e filas de espera para as pessoas provarem e deliciarem-se com a magnífica cabidela. Costumamos ir sempre ao mesmo restaurante, pois não engana e comemos o Arroz de Lampreia, que não é mais que uma cabidela do tal peixe acabado de pescar. Aqui, até se podem ver as Lampreias vivas na água e depois a serem retiradas para serem preparadas. O arroz estava delicioso e a Lampreia parecia carne... já estou a salivar. Não é à toa que dizem que é o "Banquete digno de um rei":

 

lampreia.jpg

Lampreia 1.jpg

lampreia2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D