Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A "saga" Piolho

19.09.16

 

Com o início de mais um ano letivo, uma das maiores preocupações dos pais são os Piolhos.

piolho.png

 

Ainda  agora começaram as aulas e já alguns Encarregados de Educação discutem o assunto nos corredores e  partilham "fórmulas mágicas" para os irradiarem. Porém, esta é uma "saga" que se repete todos os anos e por mais cuidado e higiene que se tenha, podemos não conseguir evitar que andem a incomodar as cabeças das nossas crianças. Parece que não há nada a fazer para se ficar totalmente imune aos piolhos, no entanto podemos adotar alguns procedimentos para a sua prevenção e evitar o contágio.

piolho.jpg

 

O Piolho: é um  pequeno parasita que se "cola" aos pêlos para picar a pele e alimentar-se de sangue humano. São  bastante incómodos, causam muita comichão e propagam-se rapidamente. Essa propagação dá-se por contato direto cabeça a cabeça ou com roupas contaminadas, provocando uma doença chamada pediculose.

Quando as crianças começam a coçar a cabeça com mais frequência, isso quer dizer que já lá andam "viajantes" e há que começar a eliminá-los rapidamente:

Comece por examinar o couro cabeludo, principalmente atrás das orelhas e na nuca, pois são estes os locais onde os intrusos se alojam mais facilmente. Se já tiver Lêndeas, que são os ovos de cor esbranquiçada que se encontram normalmente alojados junto à raiz do cabelo, significa que a infestação está a ocorrer e que estão a reproduzir. Neste momento há que evitar a propagação. Como?

Há já no mercado vários antiparasitários comercializados sob a forma de loções ou champôs adequados para matar os piolhos e evitar a sua propagação. Porém há a realçar que as lêndeas ficam agarrados ao cabelo e que habitualmente não morrem com os tratamentos devendo ser, por isso, removidas com um pente fino.

Há também soluções caseiras no combate aos piolhos e que resultam bem, como uma solução com vinagre e água, em partes iguais. Passa-se o cabelo com esta solução, aguarda-se 20 minutos e depois lava-se como habitualmente.

Deve ser um hábito regular fazer uma "caça ao piolho" semanalmente, pois só assim se evitam males maiores. Para além disso, há que consciencializar as crianças para não partilharem chapéus e escovas/pentes dos amigos. Se tiverem cabelo comprido, opte por fazer um rabo de cavalo para os proteger de possíveis propagações.

piolhos verdadeiro ou falso.png

 Importante: avise logo a escola/jardim se encontrar piolhos nas suas crianças, a fim de se evitar a sua propagação o mais rápido possível.



 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D